Obras por toda a Bahia 2020
Em cima da hora:
Fechamento de autoescola vira caso de polícia em Presidente Prudente
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Após desarquivar processo, Band-BA é condenada por violar direitos humanos


    Após desarquivar processo, Band-BA é condenada por violar direitos humanos

    A Band Bahia foi condenada a pagar R$ 60 mil por dano moral coletivo por violação de direitos humanos durante a transmissão do programa “Brasil Urgente Bahia”. Na reportagem, exibida em 2012, a repórter Mirella Cunha ironizou de forma vexatória Paulo Sérgio Souza, preso acusado de estupro, durante o exame de corpo delito.


    Criticada nas redes sociais, a profissional foi afastada pela direção do canal. O caso ganhou enorme repercussão e o vídeo chegou a ser encaminhado pela Câmara dos Deputados para as comissões de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA).


    De acordo com o IG, a ação civil pública foi proposta pelo Ministério Público Federal e pelo Ministério Público da Bahia. Segundo o magistrado, “o direito de informação não é absoluto, vedando-se a divulgação de notícias falaciosas, que exponham indevidamente a intimidade ou acarretem danos à honra e à imagem dos indivíduos”.


    Confira o vídeo:
     

    Fonte: TV Foco



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia