PMFS Mapa
Em cima da hora:
GM investe US$ 500 milhões em rival do Uber
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Grupo RBS vende operações em Santa Catarina, com direito a afiliada da Globo


    07.03.2016 23h37m
    Recomendar
    Grupo RBS vende operações em Santa Catarina, com direito a afiliada da Globo


    Em um grande comunicado enviado para a imprensa nesta segunda-feira (7), o Grupo RBS confirmou que vendeu suas operações de rádio, jornal e televisão no estado de Santa Catarina.
    Os empresários Carlos Sanchez e Lirio Albino Parisotto, do grupo NC, e outros investidores, é quem irão tocar o negócio a partir de agora. Sanchez é dono do laboratório farmacêutico EMS e será o sócio majoritário com 75%. Parisotto, que terá 25% de participação, é médico e investidor em setores variados, como siderurgia, bancos e companhias elétricas, além de ser proprietário da Videolar.

    Não se fala em valores oficialmente, mas o mercado afirma que o negócio não saiu por menos que 1 bilhão de reais. A transação ainda precisa ser aprovada pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Atual diretor geral da RBSTV Santa Catarina, Mário Neves será o presidente da nova empresa.

    Através de seu Twitter, Eduardo Sirotsky, presidente do Grupo RBS, afirmou que foi honroso para ele tocar e investir para o crescimento do grupo no estado de Santa Catarina: "Estamos super honrados em participar do desenvolvimento de SC ao longo destes 37 anos com diversas conquistas e milhares de empregos gerados. O mais importante é a amizade que desenvolvemos com o povo de Santa Catarina. Agradeço muito aos milhares de profissionais que construíram essa história, com a paixão característica da RBS. Vamos continuar empreendendo e focando no futuro!".

    Polêmica com a RIC

    A notícia de que a RBS Santa Catarina seria vendida não é nova. Ela foi dada por Paulo Costa, jornalista que até bem pouco tempo era contratado da RICTV, afiliada da Record no Paraná e em Santa Catarina. Segundo informações de jornais locais, Paulo acabou sendo demitido justamente pelo furo de reportagem.

    É que como a negociação não estava concluída, a RBS acabou ameaçando processar a RIC pelo vazamento da notícia. Não querendo nenhum problema jurídico com o maior grupo de mídia local do Brasil, a RIC acabou por fazer essa demissão. Porém, a informação de que a dispensa foi causada por este fato não é confirmada por nenhuma das partes.

    Leia a íntegra do comunicado de venda da RBS Santa Catarina:

    "Foi anunciado nesta segunda-feira (7) acordo entre os acionistas da RBS e os empresários Lírio Parisotto e Carlos Sanchez, do Grupo NC, juntamente com outros investidores, para a compra das operações de televisão, rádio e jornal que atuam sob a marca RBS em Santa Catarina. A conclusão do negócio está sujeita à condição suspensiva de aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e dos demais órgãos regulatórios do setor, bem como ao cumprimento de determinadas condições precedentes usuais para estes tipos de transações.

    A aquisição parte de uma associação dos empresários para o desenvolvimento de negócios de mídia no Estado de Santa Catarina. Lírio Parisotto atua na área de mídia por meio de sua empresa Videolar e no setor de petroquímica a partir da Innova. Carlos Sanchez amplia o processo de diversificação de seus negócios, a partir do Grupo NC, um dos maiores conglomerados econômicos do país.

    Durante reunião com colaboradores, na sede da empresa, em Florianópolis, foi anunciado que o atual diretor-geral de Televisão em Santa Catarina, Mário Neves, será o presidente da empresa. Os investidores destacaram que a gestão dos negócios seguirá normalmente e a independência editorial será mantida. Ressaltaram, ainda, que a decisão é resultado da crença de ambos no enorme potencial do Estado de Santa Catarina e na indústria da comunicação. Todos os investimentos de comunicação dos empresários serão centrados no Estado.

    O processo de transição será gerido a partir de comitês com o objetivo de garantir a continuidade e a excelência das operações. A sinergia entre as empresas em Santa Catarina será mantida a partir de parcerias operacionais e comerciais.

    Com o movimento, a RBS foca seus esforços de mídia no Rio Grande do Sul, onde o grupo empresarial foi fundado em 1957, com marcas jornalísticas como Zero Hora, Rádio Gaúcha e RBS TV. Além dos negócios de comunicação, o grupo é proprietário da e.Bricks, empresa de investimento digital com atuação no Brasil e nos Estados Unidos.

    Desde que chegou a Santa Catarina, a RBS construiu mais do que um investimento empresarial. Foram 37 anos de compromisso e amizade com catarinenses. A empresa e seus acionistas sentem-se honrados em ter participado do desenvolvimento do Estado, levantando bandeiras como a duplicação da BR-101, o projeto Viver SC e movimentos como Floripa Te Quero Bem, Joinville Faz Bem, Viva Blumenau e Chapecó Tudo Acontece, entre outros.

    A RBS orgulha-se de ter criado milhares de empregos no Estado e dos investimentos para levar informação e entretenimento de qualidade ao público. A atuação em rede promoveu Santa Catarina para o país e deixou gaúchos e catarinenses ainda mais próximos. A empresa, seus colaboradores e acionistas são muito gratos por tudo que aprenderam com os catarinenses. Uma relação fraterna que jamais será rompida".


    Com informações do Na Telinha
     



  • Grupo A Tarde muda novamente de acionistas em Salvador

    Família Simões, responsável pelo grupo baiano antes da alteração de acionistas, reassume o comando
    07.03.2016 23h29m
    Recomendar
     Grupo A Tarde muda novamente de acionistas em Salvador
    Foto: Reprodução

    Uma reviravolta no caso relacionado ao controle do grupo A Tarde de Salvador. A família Simões, responsável pelas empresas antes da mudança recente de acionistas anunciada em janeiro, reassumiu o controle dos veículos, entre eles a rádio A Tarde FM 103.9. A informação foi confirmada pelo conglomerado na última sexta-feira (4), inclusive com a realização de uma reunião geral que envolveu os funcionários das empresas. O grupo também emitiu uma nota oficial que informa a nova mudança de acionistas nos veículos que estavam desde o final de janeiro sob o comando da Piatra SP Participações S.A e da Invest Consultoria Eireli – Me, sediadas em São Paulo.

    Segundo matéria veiculada pelo Grupo A Tarde, a nova mudança de controle se deve ao “não cumprimento de cláusulas contratuais do acordo de venda celebrado entre as partes, em 15 de janeiro deste ano”. Ainda de acordo com o texto divulgado pelo jornal A Tarde, “Os Simões também requereram à Secretaria da Segurança Pública (SSP) que a Polícia Civil investigue a Piatra e pessoas associadas por suposta falsidade de documento apresentado como garantia para concretização do acordo”. O retorno da família ao controle do grupo foi divulgado publicamente na última sexta-feira (4).

    O jornal também confirma que a outra providência tomada pela família foi a reintegração dos diretores Mariana Carneiro (Redação), Edmilson Vaz (Comercial) e os gerentes Emanuel Soares (Marketing), Cleber Soares (Financeiro) e Luis Bernardes (Circulação) que, segundo o veículo, foram “irregularmente demitidos na quinta-feira (3) pelos representantes da Piatra”. Os advogados que representam a família Simões afirmaram que as demissões não tiveram efeito legal, porque foram assinadas por Washington Miranda, que se apresentava como diretor administrativo-financeiro do grupo, mas que não tinha poderes para o ato.

    Em janeiro, durante a apresentação da Piatra como acionista do grupo A Tarde, houve o anúncio da manutenção das operações dos veículos da empresa, inclusive da rádio A Tarde FM 103.9 (voltada ao segmento adulto-contemporâneo e uma das maiores audiências médias na Grande Salvaodor – segundo pesquisas recentes do Kantar Ibope Media). O grupo também passa por uma reestruturação interna segundo o portal Bahia Notícias, devido às dificuldades financeiras vividas por parte dos veículos.

    Acompanhe a nota emitida pelo Grupo A Tarde:

    Em defesa do patrimônio ético e empresarial do Grupo A TARDE, a família Simões reassumiu o controle do jornal A TARDE, jornal Massa!, portal A TARDE, rádio A TARDE FM e A TARDE Serviços Gráficos, em virtude do descumprimento de cláusula fundamental por parte do grupo que se mostrou interessado na aquisição do controle acionário da companhia. Isto impediu que o contrato celebrado produzisse efeitos jurídicos. O estilo e valores dos representantes desses pretensos compradores estavam produzindo efeitos deletérios à integridade econômica do Grupo A TARDE, causando um ambiente de insatisfação entre os colaboradores e fornecedores, o que justificou medida imediata e reparadora por parte da família Simões. Em respeito aos leitores, colaboradores e anunciantes, o Grupo A TARDE reafirma o compromisso de honrar obrigações econômicas e financeiras. Os problemas da empresa são comuns a grupos deste setor, no país e no mundo, que buscam se readequar a novas exigências de mercado. Vamos restabelecer a normalidade da empresa que, mesmo diante das adversidades, jamais deixou de levar aos leitores, ouvintes e internautas informação de qualidade, comprometida com a defesa dos interesses dos baianos. Parte da história da Bahia e do país há 103 anos, A TARDE é um patrimônio acima de questões pontuais. Atravessou gerações com participação em momentos históricos, consolidando tradição de liderança e credibilidade. Sua relação com setores e instituições públicas e privadas sempre se pautou pela confiança e respeito. Com base nesta história de sucesso e honradez, o Grupo A TARDE confirma sua orientação de sempre primar pela ética, transparência e responsabilidade social

    O grupo é composto pelas empresas jornal Massa, portal A Tarde, A Tarde FM 103.9 e A Tarde Serviços Gráficos.

    Fonte: Tudo Radio.com Com informações do portal A Tarde, Bahia Notícias e a colaboração de Luciano Diniz
     



  • "Ronda e "QVP" batem recorde de audiência para a TV Aratu/SBT


    07.03.2016 23h17m
    Recomendar
    Foto: Divulgação

    Programas exibidos no horário do almoço pela TV Aratu, afiliada do SBT na Bahia, o policial "Ronda" e o popular "Que Venha o Povo" bateram recordes de audiência no dia 25 de fevereiro.

    Segundo dados consolidados divulgados pela emissora, a atração popular apresentada por Casemiro Neto registrou 11 pontos de média com 12 de pico, sendo vice-líder isolado.

    No mesmo horário, a TV Bahia/Globo, com o "Encontro", marcou 14 pontos, enquanto a Record Bahia, com o "Hoje em Dia", fechou o horário com apenas 5 pontos. Além disso, este foi o recorde do programa em 2016. 

    O grande destaque, no entanto, foi o "Ronda". A atração que estreou em outubro de 2015 e não tem apresentador - contando apenas com reportagens de Murilo Villas Boas e Fábio Gomes -, bateu recorde de Ibope desde a estréia.

    Foram 11 pontos de média com 13 de pico, contra 20 da TV Bahia/Globo, que exibia o "Bahia Meio Dia", e 9 da Record Bahia, que mostrava o "Balanço Geral BA", ancorado por José Eduardo.

    Os números refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores na Grande Salvador.

    Com informações do Na Telinha
     



  • Cidade de Goiás é a primeira com sinal digital no Brasil


    01.03.2016 00h30m
    Recomendar
    Cidade de Goiás é a primeira com sinal digital no Brasil
    Foto: Flickr

    O Ministério das Comunicações começou nesta segunda-feira, 29, o desligamento do sinal analógico de televisão no Brasil. A primeira cidade a receber apenas o sinal digital é o município de Rio Verde (GO).

    Com o desligamento, a programação das emissoras deixa de ser exibida pelo sistema analógico e, em seu lugar, as geradoras de TV vão transmitir, por 30 dias, uma cartela fixa informando ao telespectador como proceder para ter acesso ao sinal digital.

    Após dois adiamentos desde o final do ano passado, a previsão do governo é que, até o final de 2018, todas as emissoras do país trabalhem exclusivamente com o sinal digital. Veja o calendário de desligamento:

    Rio Verde (GO) – Fevereiro de 2016
    Brasília (DF) – Outubro de 2016
    São Paulo (SP) – Março de 2017
    Goiânia (GO) – Maio de 2017
    Belo Horizonte (MG) – Julho de 2017
    Salvador (BA) – Julho de 2017
    Fortaleza (CE) – Julho de 2017
    Recife (PE) – Julho de 2017
    Campinas (SP) – Setembro de 2017
    Ribeirão Preto (SP) – Setembro de 2017
    Vale do Paraíba (SP) – Setembro de 2017
    Santos (SP) – Setembro de 2017
    Rio de Janeiro (RJ) – Outubro de 2017
    Vitória (ES) – Outubro de 2017
    Curitiba (PR) – Janeiro de 2018
    Florianópolis (SC) – Janeiro de 2018
    Porto Alegre (RS) – Janeiro de 2018
    São José do Rio Preto (SP) – Março de 2018
    Presidente Prudente (SP) – Março de 2018
    São Luís (MA) – Março de 2018
    Manaus (AM) – Maio de 2018
    Belém (PA) – Maio de 2018
    Natal (RN) – Maio de 2018
    João Pessoa (PB) – Maio de 2018
    Maceió (AL) – Maio de 2018
    Aracaju (SE) – Maio de 2018
    Teresina (PI) – Maio de 2018
    Interior do RJ (RJ) – Novembro de 2018
    Campo Grande (MS) – Novembro de 2018
    Cuiabá (MT) – Novembro de 2018
    Palmas (TO) – Novembro de 2018
    Porto Velho (RO) – Novembro de 2018
    Macapá (AP) – Novembro de 2018
    Rio Branco (AC) – Novembro de 2018
    Boa Vista (RR) – Novembro de 2018

    Com informações do Olhar Digital  



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia